Kodomotachi, ou as criancas

Algo que salta aos olhos aqui é como os pais e ate educadores tratam as criancas. É extremamente comum ver pais andando pela rua e criancas de 2, 3 anos, seguindo-os logo atras. Nada de dar a maozinha e em alguns casos, me da desespero ate de ver os pais atravessando uma avenida como a Paulista e ver criancas de 4, 5 anos seguindo seus pais, meio metro atras. Vi tambem pais esperando o sinal de pedestres para atravessar a rua (aqui eles realmente sao respeitados e funcionam) e seu filho de 3 anos esperando do lado. A minha vontade era pegar o moleque pela mao antes que ele saisse correndo para a rua e fosse atropelado, mas surpreendentemente isso nao acontece (alias, tirando o dia em que tivemos uma nevasca fora de epoca e os carros foram abandonados em varios lugares, nao vi um acidente sequer, acontecendo ou acontecido).

Numa universidade particular que visitei e tem classes desde o maternal, os pais tem que trazer seus filhos de trem e carros nao sao permitidos dentro do campus, a nao ser de certos professores muito importantes. A partir dos 5 ou 6 anos, essas criancas tem que vir sozinhas. Outra coisa comum: criancas de 6, 7 anos andando sozinhas nas ruas – e sabendo muito bem aonde vao.

Agora, o que mais me surpreendeu foi ver criancas de 7-10 anos de uma escola subirem uma arvore de 4m de altura e nenhum professor se importar com isso. Aparentemente, isso era normal. Olhava em volta para ver se alguem estava olhando e pela reacao geral, sem problemas. Isso na verdade vai de encontro com o que a gente observa na hora do recreio deles. Cada crianca se espalha por uma area de mais de 10 mil m2 e nao precisa ter professor ou bedel olhando cada coisa que cada um esta fazendo.

image

image

O que entendo de tudo isso é que existe uma responsabilizacao desde muito pequeno do que cada um faz, mostrando-se limites e regras que devem ser seguidos nao importando o quao novos sao essas criancas. Um tanto quanto estranho para nos brasileiros que o tempo todos temos que ter nossas criancas sob vigilancia constante. Obviamente, a nossa falta de seguranca é um fator decisivo nisso tudo, mas ver os japoneses e suas criancas me fez refletir o quanto acabamos tomando conta demais de nossas criancas sem que eles aprendam a se responsabilizar por suas acoes. E qt maior é a nossa inseguranca, mais vigiamos nossas criancas, e mais eles seguem imaturos. Isso talvez explicaria porque hj em dia todos temos a impressao (verdadeira, creio eu) de que nossos jovens estao cada vez mais imaturos. Talvez seja a hora de desligarmos os monitores de bercinho e arriscarmos mais, confianado mais na educacao que damos a eles.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s