Professor TEM SIM que se curvar perante o Imperador

Ressuscitando o blog parado há mais de 3 meses por conta de um desabafo de algo que tenho visto direto no face… Já tem um tempo que tenho visto essas histórias de que o professor é o único profissional que não tem que se curvar. Como toda boa mentira, ela se apoia em fatos verídicos para poder dar maior credibilidade e fazer com que as pessoas acreditem no boato/mentira/absurdo e repassem sem pesquisar.

Professor, Imperador, Japão

A primeira vez que vi foi no ano passado, antes mesmo de ir para o Japão e já tinha achado meio esquisita, pois sabia que o imperador era quase um deus no japão. Fui investigar e perguntando para algumas pessoas que entendem muito de história japonesa, a verdade apareceu.

O que aprendi é o que alguns meses depois descobriria com facilidade na viagem ao Japão. Os fatos: professor sim é um cargo de muito respeito no Japão e sim, eles valorizam muito a educação, uma tradição desse povo espetacular que pude ver de muito perto. Os diretores são cargos de muito respeito e todos os professores ganham bem para os padrões japoneses. Conheci mais de uma dezena de professores e todos estavam bem de vida. Provavelmente se bobear eles até acreditam que realmente que “numa terra sem professores não pode haver imperadores”, vamos garantir o benefício da dúvida para esse povo vai.

Agora, uma vez que se conhece como é o povo e como é sua veneração com o imperador, fica bem claro que ninguém que more naquela ilha pode se dar ao luxo (ou desrespeito) de não fazer odigui, que é o nome do característico cumprimento japonês/chinês, por mais importante que seja o professor, pois nada é mais importante que o imperador.

Assim, por favor, não repassem mais essa mentira. Quem tiver a oportunidade de conhecer a cultura japonesa e, principalmente conhecer a relação do povo com o imperador, verá que, apesar de muito bonita e até poética e filosófica, essa informação não tem veracidade alguma.

Advertisements

5 thoughts on “Professor TEM SIM que se curvar perante o Imperador

  1. Realmente, os Imperadores são idolatrados no Japão. Mas não vejo benefício de dúvida que caiba aí. Independente da herança familiar que pesa nos cargos de Imperadores, fora isso, quem se forma engenheiro, médico, jornalista ou qualquer outra profissão sem um professor. Eles valorizam o profissional da educação, diferente do Brasil, país em que a minha profissão é vista e tida como desnecessária, tinta de farmácia. Quem sabe se valorizássemos mais os professores, nosso povo não elegeria tão mal, teríamos leis mais justas e rápidas e não teríamos dúvida quanto ao peso da escola na sociedade.
    Mas, obrigada pela informação verdadeira, com certeza.
    PROFESSORA Maria Isabel, que só para constar, tem 400 alunos por ano, em salas de quase 40 alunos e sabe o nome de todos eles e suas dificuldades.

  2. Pingback: Professores não precisam se curvar para o imperador no Japão? : E-farsas.com – Desvendando farsas da web desde 2002!

  3. Pingback: Lenda urbana: Professor no Japão não se curva diante do imperador

  4. Pingback: Desvendando boatos: Professor TEM SIM que se curvar perante o Imperador Japonês | Jornal 4Cantos Fernandópolis

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s